Raças

Dálmata – o acompanhante da nobreza

Cão Dálmata

Com origem na Croácia, o Dálmata é uma raça de cães muito procurada pela sua pelagem manchada. Outrora costumavam ser criados como acompanhantes de carruagens das pessoas mais nobres. Conheça-o melhor neste artigo.

Curiosidades da raça Dálmata

País de Origem: Croácia

Aptidões especiais: Animal de estimação, acompanhantes de pessoas nobres, devido à sua beleza decorativa. Também eram cães de guarda em estábulos.

Tamanho: A altura na espádua (ombro) é de 56-61 cm para os machos e 54-59 cm para as fêmeas. O macho pesa entre 15-32 kg e a fêmea pesa entre 16-24 kg.

Pelo: O pelo dos Dálmatas é curto. Os Dálmatas são brancos com manchas pretas, mas existem Dálmatas brancos com manchas vermelhas-acastanhadas. As manchas não se sobrepõem. O diâmetro ideal das manchas é de 2 a 3 cm.

Cuidados exigidos: O Dálmata é um cão que perde muito pelo. Deve remover os pelos soltos diariamente com uma luva ou escova de borracha.

O Dálmata é um cão fácil de treinar

Caráter e atitude

Considera-se um cão alegre, energético, sensível, brincalhão, com muita resistência. É amistoso, afetuoso, inteligente, vigilante, curioso, plácido e sociável.

Treino

É um cão fácil de treinar. Deve ser exageradamente premiado quando faz alguma coisa bem, para que perceba rapidamente aquilo que se pretende dele.

Estes cães fazem muitas vezes “orelhas moucas” às ordens que não lhe agradam. Nestas situações, é necessário manter a firmeza e não desistir.

Atitudes sociais

Excelentes companheiros de brincadeiras para crianças, porém podem ser demasiado barulhentos em comparação com as crianças mais pequenas. Não têm normalmente dificuldade em relação a outros cães, pois são muito sociáveis.

No que se relaciona aos visitantes, podem agir de forma inusitada, de uma forma muito vigilante ou sem entusiasmo, dependendo do carácter do cão.

Exercício físico

Os Dálmatas adaptam-se muito bem às restrições familiares, mas será injusto limitar este tipo de cão a apenas três pequenos passeios diários.

É muito bom para esta raça correr ao lado de uma bicicleta, nadar, brincar ou simplesmente correr livremente em espaços grandes e abertos, como campos ou parques.

Deve evitar-se o excesso de exercício antes do cão atingir a idade adulta.

Vídeo com factos interessantes sobre o cão Dálmata

Fotografia por Vino Li e Pixabay

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *