Cães

O primeiro animal de companhia

Trazer para o nosso lar um animal de companhia é um passo que deve ser ponderado com a seriedade que merece.

Quando se adota um animal de companhia, temos de pensar que não se trata somente de levar para casa um novo amigo. É, sobretudo, assegurar que ele é acarinhado e cuidado para o resto da vida.

Qual o animal que se encaixa nas nossas vidas?

Adotar um animal é muito mais do que comprar um, é ter a responsabilidade de cuidar e de providenciar o seu bem-estar para o resto da sua vida. Por isso é importante pensar qual o tipo de animal que se adequa ao nosso estilo de vida.

Comprar ou adotar?

Existem inúmeros animais abandonados nas associações de animais e nos canis e que acabarão por ser abatidos se ninguém os adotar. Por isso, mesmo que pretendamos um animal de raça, devemos, antes de nos decidirmos a comprar, visitar as associações de animais onde mesmo animais de raça se encontram para adoção.

Que tipo de animais podemos escolher?

Existem sempre os tradicionais cães e gatos, mas podemos sempre pensar nos pássaros, peixes, hamsters ou coelhos. Os cuidados e a atenção que cada um deles necessita são sempre diferentes. Antes de decidir qual adotar, é importante considerarmos o nosso modo de vida e o tempo que lhes podemos dispensar.

Animais de companhia bebés ou adultos?

Também aqui devemos considerar o tempo, disposição e atenção que temos para dar ao animal. Embora um gatinho ou um cachorrinho bebés sejam muito atraentes, por vezes um animal adulto já está treinado e educado. É de mais fácil a adaptação e necessita de menos cuidados do que um animal jovem.

Levar um animal para casa não pode ser visto como um mero passatempo. Adotar um animal implica responsabilidade e atenção permanente com mais um ser que pode mudar a nossa vida. Para melhor, só depende de nós.

Artigos relacionados

Um comentário em “O primeiro animal de companhia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *